ARTIGOS &

PUBLICAÇÕES

Superior Tribunal de Justiça entende que é crime deixar de recolher ICMS

São Paulo, 18 de agosto de 2018.

 

Durante longos anos se discutiu nos tribunais brasileiros se o mero inadimplemento fiscal, tendo o contribuinte escriturado e declarado corretamente suas receitas, configuraria crime contra a ordem tributária. A orientação que se tinha até o momento era negativa, ou seja, entendia-se que a falta de recolhimento de tributo configurava mero ilícito civil.

Entretanto, em julgamento recente proferido pelo STJ, decidiu-se que o não recolhimento de ICMS em operações próprias, mesmo tendo havido escrituração e declaração dos valores, configura apropriação indébita, pois o tributo é repassado aos compradores (entendimento questionável, já que, na prática, os custos normalmente são repassados aos consumidores).

Trata-se de uma decisão que, conquanto ainda não se saiba como será interpretada e aplicada nos Tribunais, acende grande alerta a todos aqueles que circulam mercadorias e, consequentemente, são contribuintes do ICMS.  É recomendável que os contribuintes avaliem se há, porventura, passivo em aberto a título de ICMS e, em afirmativo, quais medidas tomar.

A LFA | Legieri e Franca Advogados está à disposição para fornecer mais informações sobre esse tema.
 

Para mais informações, contate-nos no e-mail abaixo:

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

Siga nossas redes sociais:

  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram